728x90 AdSpace

  • Últimas Notícias

    Tecnologia do Blogger.
    sábado, agosto 30

    Aconteceu!

    Outro dia mesmo, estava comentando na redação que tem tempo que não acontecem coisas estranhas comigo. Pois foi só falar. Como eu digo sempre, alguém lá em cima tá me vigiando...

    Ontem à noite, cheguei em casa e fui levar a Lady para sua tradicional voltinha. No meio do caminho de volta, ameaçou cair uma água (que, na verdade, não caiu). Apertamos o passo para chegar logo em casa mas, no portão da vila, um rapaz magrinho, com uma mochila nas costas e uma sacolinha de plástico, dessas que você bate o olho e sabe que é exame feito em algum laboratório, nos interpelou, apontando para a Lady:

    — Morde? É ele ou ela?

    Respondi. O garoto se agachou e ficou conversando com ela, fazendo carinho. Emendou novas perguntas, entre afagos e elogios à Lady, que quase não gosta disso.

    — É labrador? Nossa, você é muito fofinha. Ela tá esperando filhotinhos?

    Pacientemente (graças a Deus, percebi logo depois, vocês vão ver), contei a história da vida da Lady, que bem que poderia virar filme para fazer adolescente que não faz nada pra ninguém chorar na Sessão da Tarde. O garoto, então, deve ter se sentido à vontade para desabafar e soltou a bomba:

    — Nossa, tadinha... eu também estou doente; acabei de sair do hospital. Passei três semanas internado, tenho enfizema pulmonar. A médica me deu seis meses de vida.

    Engoli em seco. Na hora, não sei bem ao certo o que me deu. Eu podia ter sentado e chorado, de pena. O garoto era novo e, olhando bem, acho que era o mesmo que um tempo atrás atravessou a rua correndo para brincar com a Lady alguns minutinhos. Lembro que o rapaz fumava e tinha muitos anéis nos dedos. Os anéis estavam lá, mas o moço parecia mesmo diferente. Foi tudo num segundo; resolvi usar minha inteligência emocional.

    — Quê isso... você é novo; fuma muito? Quantos anos você tem?
    — Tenho 24. Fumo desde os 12 anos; são três maços por dia, no mínimo...
    — Bom, você sabe que tem que parar, né? E sabe que dia é hoje???
    — Pô, mas eu adoro fumar... hoje é dia 29 de agosto.
    — Pois é, você não parou aqui à toa para falar com a Lady. Na verdade, a gente tinha que te dizer que hoje é o Dia Nacional de Combate ao Fumo. Um ótimo dia para você largar de vez o cigarro, encarar um tratamento com seriedade e provar para a sua médica que ela tá errada!
    — Nossa... não pode mesmo ser coincidência...
    — Acredite, não é. Agora, acho que você tem que escolher pensar assim: ou 'eu adoro fumar' ou 'eu adoro estar vivo'. É contigo.
    — Ninguém tinha falado assim comigo, ainda. A médica me indicou para internação no Hospital do Fundão; eles tratam de enfizema lá. Eu tava até pensando em não fazer, estou com os dias contados mesmo... Mas eu acho que vou lá, sim.
    — Acha não, você tem certeza que vai, e vai dar tudo certo. E todo mundo está com os dias contados; uns para mais, outros para menos. O que você precisa é escolher se vai entregar os pontos e morrer disso, ou se vai brigar para ficar mais tempo por aqui e fazer outras coisas... Não é possível que você só goste de fumar...
    — Posso trocar o cigarro pelo chocolate; emagreci 12 quilos em três semanas, mesmo... estou muito abaixo do meu peso.
    — Ótimo! Come chocolate e vive feliz. Pra não engordar, você pode fazer umas caminhadas; vai ter fôlego pra isso quando ficar bom...

    A chuva não veio. Apertamos as mãos e desejamos tudo de bom e boa sorte, um para o outro. Afinal, a Lady não pôde falar... e desconfio que falei para ele tudinho que ela diria, se pudesse.
    • Blogger Comments
    • Facebook Comments

    0 comentários:

    Item Reviewed: Aconteceu! Rating: 5 Reviewed By: Débora Thomé
    Scroll to Top