728x90 AdSpace

  • Últimas Notícias

    Tecnologia do Blogger.
    segunda-feira, abril 13

    Já sabe...

    Para a maioria das pessoas, o espirro é apenas irritante e pegajoso, mas um estudo realizado por cientistas britânicos afirma que este processo pode ser uma sutil manifestação de excitação erótica. De acordo com as investigações, os espirros também possuem conotação sexual para algumas pessoas. As informações foram publicadas no Terra Espanha.

    Os responsáveis por esta inusitada pesquisa são os médicos Mahmood Bhutta, otorrinolaringologista do Hospital Wexham Park, e Harold Maxwell, psiquiatra do Hospital Universitário West Middlesex. Eles decidiram investigar o curioso fenômeno depois que descobriram o caso de um paciente que espirrava descontroladamente quando pensava em relações sexuais.

    Ao longo das análises, a dupla também constatou os casos de 17 mulheres e homens com comportamentos parecidos por meio de chats na Internet e de outras três pessoas que sofriam os espirros depois de terem um orgasmo.

    "Os resultados de nossas investigações sugerem que o fenômeno pode ser muito mais comum do que se pensa. Talvez não se conheça mais sobre isso porque as pessoas consideram constrangedor e não falam", analisaram os médicos, citados pelo Terra Espanha. Eles acrescentaram que o gesto obedeceria a um defeito nas conexões cerebrais.

    Para Bhutta e Maxwell, "o reflexo demonstra certos vestígios evolutivos nas conexões de uma região do sistema nervoso, denominada sistema nervoso autônomo. Esta é uma área fora de nosso controle que se encarrega de coordenar inconscientemente o ritmo cardíaco, a digestão e a dilatação das pupilas".

    Conforme os britânicos, os sinais enviados pelo sistema nervoso poderiam se cruzar por causa de uma má conexão neurológica, fazendo com que algumas pessoas espirrem quando o desejo sexual acontece.

    Os especialistas lembraram que existem poucas referências científicas sobre este vínculo entre o sexo e o espirro na literatura médica. A grande referência é um caso ocorrido em 1972 - e registrado pela revista da Associação Médica Americana -, no qual um homem de 69 anos se queixava de ataques severos de espirros depois de alcançar o orgasmo.

    As informações são do Terra

    • Blogger Comments
    • Facebook Comments

    0 comentários:

    Item Reviewed: Já sabe... Rating: 5 Reviewed By: Débora Thomé
    Scroll to Top