728x90 AdSpace

  • Últimas Notícias

    Tecnologia do Blogger.
    sexta-feira, junho 26

    RIP Jacko

    Michael Jackson morreu. Desde ontem tento digerir a informação, sem conseguir. É estranho como nos relacionamos tão intimamente com gente que nunca sequer participou da nossa vida mas, mesmo assim, têm grande importância nela. Por isso fiquei sinceramente abalada com a notícia. E me espanta um pouco que algumas pessoas consigam nem ligar para o fato.

    Se algumas pessoas conseguem se tornar imortais, Michael Jackson é uma delas. Para falar a verdade, acho que Michael Jackson morreu faz tempo. Ou estava em estado terminal, para ser muito sincera. Morto-vivo ou imortal ainda em vida, não sei...

    Essa tentativa de volta aos palcos, provavelmente, era aquela melhora antes da morte. De qualquer forma, o astro surpreendeu, como sempre fez na sua vida. E, de quebra, o homem que deu um novo sentido para a vídeos de música e usou e abusou da tecnologia para isso, derrubou o Google e o Twitter com uma paulada só.

    Infelizmente, há anos o astro pop virou uma caricatura do que um dia foi. Na boa, acho que ele nunca teve a chance de ser gente, de ser ele mesmo. Por isso, apesar de não compactuar com a idéia do 'morreu, virou santo', acredito que o talento de 'esquecedor' do ser humano prevaleça também neste caso. Já estava quase acontecendo com o cara vivo... Afinal, qual pedófilo desumano lota 50 shows em questão de dias?...
    ****
    Conheço Michael Jackson desde sempre. Queira ou não, minha vida está ligada à dele. Ele estourou como Rei do Pop no mesmo ano que datam minhas memórias mais fortes: 1982. Suas músicas marcaram minha infância e adolescência; até hoje, não tem festa perfeita sem música do Jacko embalando a pista.

    Devo confessar, inclusive, que sabia fazer o moonwalker... E que arriscava uma imitaçãozinha barata da coreografia de Thriller nas tradicionais festas americanas daquela época.

    Lamento, apenas, não tê-lo visto ao vivo, num palco, como o fiz, duas vezes, com Madonna.

    É muito difícil apontar, entre tantas opções, sua melhor música. Billie Jean, por exemplo, foi votada a melhor música dance de todos os tempos pelos ouvintes da Rádio 2 da BBC, algum tempo atrás. Escrita por Jackson e lançada no álbum Thriller, de 1982 — disco que é considerado a obra-prima do cantor —, a faixa ganhou dois prêmios Grammy e ficou no topo das paradas em 1983.


    O lançamento desse clipe na MTV praticamente parou os EUA. Se não, pelo menos foi responsável, naquele dia, pela maior abstenção nas escolas e universidades do país — ao meio-dia, estava todo mundo de olho vidrado no canal de videoclipes...


    A melhor performance de Michael Jackson dançando Billie Jean:



    Sei que todo mundo já eu isso em algum lugar, mas não custa ressaltar que o cara era um fenômeno da música mundial e que revolucionou o mercado fonográfico. Era um gênio, falem o que quiserem. Era um cantor fabuloso e ninguém jamais dançará como ele. Dá uma conferidinha nisso só...

    • Blogger Comments
    • Facebook Comments

    0 comentários:

    Item Reviewed: RIP Jacko Rating: 5 Reviewed By: Débora Thomé
    Scroll to Top