728x90 AdSpace

  • Últimas Notícias

    Tecnologia do Blogger.
    quinta-feira, junho 17

    Eurotrip - dicas 2

    Uma das partes mais pesadas da viagem pode ser a compra da passagem aérea. Eu disse pode ser... porque também pode nem ser! Comigo foi assim: pagar a passagem até que foi tranquilo, diante do tantão de hotéis por onde passamos. Mas isso também foi graças a muita pesquisa e uma sorte danada.

    Aprendi um bocadão de coisas lendo o site do Rodrigo Purisch, Aquela passagem. Recomendo, mesmo que, da mesma forma que eu, você acabe contando com a ajuda de um agente de viagens para comprar a sua. O cara dá mil e uma dicas, explica tudinho de forma bem simples e direta. Mas peidei na hora de comprar a passagem sozinha. Simplesmente, não tive coragem. Mas como não gosto de pacotes, fui atrás de algumas agências indicadas por amigos, em busca do melhor atendimento.

    Ganhou uma menina baixinha que tem um nome ótimo - Lara FELICIDADE. A moça trabalha no Student Travel Bureau (STB), na Cinelândia. Tem uma paciência de jó e um dedo verde para encontrar bons preços. E digo isso porque passei por um colega dela, na mesma agência, que não foi bacana nesse sentido. A menina faz as pesquisas como se fosse para ela mesma. Fala tudo, explica, não faz joguinho babaca para aumentar a comissão dela. Como diz seu sobrenome, acho mesmo é que ela quer ver a galera que senta ali do outro lado da sua mesa com um sorrisão na lata. E consegue!

    Mas...

    Se você pude evitar voar Iberia, faça isso. Pode ser até que dê sorte, porque eu não dei. A ida até que foi tranquila, apesar de bem desconfortável. Já tinha pego aviões melhores em trechos domésticos da TAM. A meleca toda foi na volta. Mas isso é papo para um outro post; aqui ficam só as dicas. Optamos pela Iberia por causa dos melhores valores de taxa de embarque. Financeiramente, até que valeu a pena mesmo. Mas depois é que entendemos o motivo. Pelo menos era justo. Wathever...

    Uma coisa que a pessoa que pretende viajar para o exterior precisa ter na cabeça é que são dois os fatores a serem observados para conseguir bons preços: tempo e cotação do dólar. E tempo significa antecedência e duração da viagem. Quanto mais tempo se fica fora, melhor o preço das passagens. E quanto antes você compra a bendida, de olho na cotação do dólar, melhor preço consegue. Uma boa dica é fazer isso pelo menos seis meses antes. O mesmo vale para passagens low cost.

    Sobre isso, repito: melhor não abusar. É estressante, vexatório e pode sair mais caro do que se pensa. Calma, explico. As companhias têm uma limitação diferenciada para peso de bagagem e metem a mão quando você tem excesso ou precisa comprar mais quilos ou o direito de embarcar mais malas. No início da viagem até dá; mas lá pro meio, fica impossível! Conheço história de gente que deixou roupas pelo meio do caminho para poupar vários euros. Bem, eu não conseguiria me desfazer das minhas roupas assim.

    Outro aspecto que também deve ser levado em consideração é que esses voos geralmente pousam em aeroportos mais afastados do Centro da cidade, o que significa mais um bocado de grana para chegar ao hotel. Sem falar que eles vendem lanchinhos na viagem. Isso mesmo: da próxima vez, antes de reclamar da barrinha de cereal ou do pacotinho de amendoim que recebe por aqui, lembre-se disso, porque pode piorar!
    • Blogger Comments
    • Facebook Comments

    0 comentários:

    Item Reviewed: Eurotrip - dicas 2 Rating: 5 Reviewed By: Débora Thomé
    Scroll to Top