728x90 AdSpace

  • Últimas Notícias

    Tecnologia do Blogger.
    sexta-feira, junho 4

    Fontana di Stress

    Ok. Estou proibida de escrever sobre Paris. Com a volta ao trabalho, sabe-se lá quando conseguirei atualizar meus nobres leitores sobre minha Eurotrip. Principalmente dependendo das participações especiais... Whatever...

    Quem acompanha minhas pontuações pelo twitter já sabe que não me dei bem com os romanos. Pois é... o ponto alto da estranheza na terra de Rômulo e Remo foi no ponto turístico mais disputado por centímetro. Mas nem foi com italianos; a falta de educação, e diria, até, de coleguismo turístico, foi com uma loira americana ou algo que o valha (ela falava inglês).

    A temperatura estava alta, naturalmente, era fim de dia. E isso, por lá, significa uma 21h30, 22h. Fome, cansaço acumulado de mais de 20 dias andando feito uma corna feliz. E tinha a porra da foto perfeita, né. Na Fontana di Trevi, com um céu azul escuro na hora do pôr-do-sol, aquele fantasma apareceu de novo.

    Tentava eu, against all odds, enquadrar meu muso da melhor forma possível e com a maior quantidade de informações quendo, de repente, surge uma loira espaçosa no canto do meu visor de cristal líquido. Agachei. Enviesei a máquina. A mulher continuava lá. Esperei. Baixei a máquina. O primeiro olhar foi de conformidade. Mas, diante do abuso e do tempo que a fofa me gastava, logo se transformou num ódio fulminante. Ela notou; funcionou.

    Mas sabem o que fez a daughter of a bitch? Chamou mais uma amiguinha para fazer novas poses, sem arredar um milímetro sequer, do meu pano de fundo perfeito. Sorte dela que o Márcio notou o meu estresse. Já estava levantado para reclamar. Ele me impediu.

    E me deu um gelatto para esfriar a raiva.

    • Blogger Comments
    • Facebook Comments

    0 comentários:

    Item Reviewed: Fontana di Stress Rating: 5 Reviewed By: Débora Thomé
    Scroll to Top