728x90 AdSpace

  • Últimas Notícias

    Tecnologia do Blogger.
    sexta-feira, setembro 3

    É científico

    A menstruação foi até pouco tempo um tabu em relação à prática de exercícios físicos. O negócio deu uma melhorada a partir da década de 1950, com o desenvolvimento dos absorventes mais anatômicos, além do aumento de pesquisas sobre o tema. Desde então, a rotina da mulher esportista foi reduzida a uma questão de escolha. Mesmo assim, sobrou a TPM.

    Com tudo isso, foi fatal crescerem as pesquisas em torno do desempenho físico da mulher. A maioria chega à conclusão de que ele pode variar de acordo com as fases do ciclo menstrual, graças às alterações hormonais e físicas que ocorrem em cada período. Então... fica mais oumenos assim...

    O ciclo menstrual, que dura de 28 a 32 dias, é composto por três fases: luteinica, folicular e ovulatória. A cada uma ocorrem elevações e diminuições cíclicas de hormônios. São essas alterações que interferem diretamente na aptidão física e no desempenho atlético femininos. Cada um com seu cada qual. Vejamos:

    Fase 1: irritabilidade com o treino
    É na fase luteiníca que os sintomas da TPM aparecem e a mulher fica menos paciente com o treinamento.


    Nesse período, a mulher pode maneirar nos exercícios físicos mais pesados para evitar a perda excessiva de sangue. Exercícios mais relaxantes, como alongamento é uma boa pedida.

    Fase 2: melhora gradativa
    No período folicular, que demora mais ou menos 14 dias, o organismo da mulher fica mais apto para atividades cotidianas, pois há menos retenção de líquido e maior consumo de oxigênio.


    Na segunda metade dessa fase, a mulher apresenta um aumento gradativo de sua disposição ao trabalho físico e também um aumento de sua capacidade aeróbia, bem como da capacidade de exercer força muscular. As mulheres podem aproveitar esse aumento do rendimento para se dedicar aos exercícios aeróbicos, contínuos e prolongados, como nadar, correr, caminhar ou praticar step e body jump.

    Fase 3: tudo liberado
    A partir do 15° dia, com o início da ovulação.


    Nesse período, a predisposição feminina aumenta ainda mais. Dessa forma, no decorrer dessa fase, a mulher consegue desempenhar bem todo e qualquer tipo de exercício físico.

    Que tal, agora, fazer um cronograma para treinar de acordo com cada fase?
    • Blogger Comments
    • Facebook Comments

    0 comentários:

    Item Reviewed: É científico Rating: 5 Reviewed By: Débora Thomé
    Scroll to Top